As principais notícias do mercado segurador de junho

  • MP pode alterar resolução sobre a Comissão do Corretor

A Medida Provisória 1103/22, cujo substitutivo, de autoria do deputado Lucas Vergilio (SD-GO), já aprovado na Câmara, será, agora, analisado no Senado, traz um novo texto que diz que as comissões de Corretagem só poderão ser pagas a Corretor de Seguros devidamente habilitado, devendo ser informadas aos segurados apenas “quando solicitadas.” Importante lembrar que a questionada Resolução 382/20, ainda em vigor, obriga o Corretor de Seguro a informar aos clientes o valor da sua remuneração “no momento da contratação do produto”.

A MP ainda estabelece que o Corretor de Seguros deverá ter o registro das propostas que encaminhar às seguradoras, “podendo ser na forma digitalizada, com todos os assentamentos necessários à elucidação completa dos negócios em que intervier”. Outro ponto incluído no substitutivo é o artigo que determina que ao Corretor de Seguros “não poderá ser atribuído nenhum custo administrativo da seguradora decorrente de propostas, mesmo as não efetivadas”.

 

  • Endividamento da população traz atenção para os benefícios do seguro prestamista

Segundo Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC), divulgada em maio, feita em abril, quase 62 milhões de pessoas não conseguiram honrar suas dívidas, montante 6% maior que no mesmo mês de 2021.

O cenário, porém, aponta para um produto que os brasileiros têm aderido de forma crescente e funciona como uma ilha de alívio: o seguro prestamista, que pode amortizar ou custear, total ou parcialmente, as dívidas contraídas pelo segurado. Seus prêmios totais somaram R$ 3,6 bilhões no 1º trimestre de 2022, segundo análise da Federação Nacional de Previdência e Vida (FenaPrevi).

 

  • Seguro para bikes tem aumento de 479% nas contratações

Os últimos anos foram positivos para o setor de bicicletas. De acordo com informações divulgadas pela Aliança Bike, Associação Brasileira do Setor de Bicicletas, entre 2019 e 2020 o mercado de bicicletas registrou um crescimento de 50% nas vendas, e em 2021, o número se manteve crescente, com 34% a mais de vendas em relação ao ano anterior. Dados levantados pelo Porto Seguro Bike indicam um crescimento nas contratações em 2021 de 63% em relação a 2020 e 28% comparando as contratações do primeiro trimestre de 2022 em relação ao mesmo período em 2021.

O executivo Marcelo Santana, gerente de Ramos Elementares da Porto Seguro afirma: “O seguro para bikes oferece ao ciclista uma sensação de maior proteção contra eventuais prejuízos, pois conta com coberturas completas que podem, até mesmo, incentivar o ciclista a se sentir mais seguro em promover a bike como seu principal meio de transporte.”

 

O Ping Seguro é o CRM que atende a todos os seus ramos de seguro e torna a gestão da sua corretora de seguros 100% online, com controle de comissões, renovações rápidas de apólices e muitas outras funcionalidades. O teste é grátis por 30 dias, clique aqui e se cadastre!

 

Fonte: CQCS (Notícia 01, Notícia 02 e Notícia 03)

, , , , , , ,
Seguros de pessoas arrecadaram R$ 62 bilhões no acumulado até abril
Como elaborar o planejamento estratégico da sua corretora de seguros?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu